Pen drives e as aulas de educação sexual

17 07 2008

Todos sabem como se previnir das doenças sexualmente transmissíveis: Não usar ou compartilhar drogas, reduzir o número de parceiros sexuais e sempre usar preservativo. Essas medidas podem ser usadas para cuidar tanto da nossa saúde quanto da saúde dos computadores.

Nas últimas semanas, os serviços de manutenção lógica foram bastante requisitados aqui na loja e na maioria dos casos os problemas foram causados por vírus, spywares e trojans. Verificando os últimos serviços executados, percebi que de 4 meses pra cá, essas pragas são as principais causas de problemas nos computadores. As falhas de configuração, instalação desordenada de programas e “acidentes de percurso” quase não dão mais serviço.

Outra característica que percebi é que a maioria destes programinhas do mal não são transmitidos – diretamente – pela internet e sim, via dispositivos móveis, ou pen drives para os íntimos.

Mas será possível? Um pen drive ou um inocente mp3zinho infectar dezenas, quiçá, centenas de computadores?

Sim, é possível. Um exemplo:

A maioria dos computadores disponíveis nas escolas e universidades são de uso público e possuem o Windows como sistema operacional, que é uma piada – de muito mal gosto – em termos de segurança. Não há anti-vírus, anti-spyware ou anti-qualquer-coisa que resolva isso. Algumas medidas até podem minimizar isso, mas diversos fatores, tornam o contágio inevitável. Some isso a dezenas de pessoas utilizando estes micros para os mais diversos fins… pronto! No fim do dia, temos um computador que mais parece uma pia de água benta.

Como evitar isso?

  1. Não use drogas. Use um sistema operacional seguro decente, imune a vírus: Linux, FreeBSD, OpenSolaris, etc… opções não faltam!
  2. Diminua o número de parceiros. Não enfie o seu brinquedinho (o pen drive ou mp3 player) em qualquer lugar.
  3. SEMPRE use preservativo! Sempre que possível, “passe” um anti-vírus no seu pen drive. Nem sempre resolve, mas é melhor que nada.

Se vc não puder – ou não quiser – fazer nada disso, ao menos verifique se existe um arquivo com o nome autorun.inf perdido no seu pen. Se existir, apague. ele não é o vírus em si, mas é o responsável por “rodar” o vírus assim que o dispositivo é plugado no computador.

Detalhe: esse “prêmio” só ganha quem usa Windows (huhahuahaua!).

Agora que você já sabe como se propagam os vírus de pen drive, ensine ao seu filho, primo, sobrinho neto, vizinho or anyone como cuidar melhor do computador que ele tanto adora e que serve apenas pra jogar Tíbia ou CS ;-).


Ações

Information

2 responses

26 11 2008
Thiago

Cara,
em relação ao “preservativo” acredito que a melhor escolha é colocar o pen drive primeiro em algum Linux, mesmo que seja um Live-cd, e mandar ver todos os arquivos, inclusive os ocultos. De cara percebo vários arquivos que não são meus e que não deveriam estar ali. Ainda bem que os vírus que apareceram no meu pen drive tinham uma nome meio esquisito o que ajuda e identificá-los de cara. Mas a maioria que vi era sempre assim: existia algum arquivo oculto com a extensão .ini que mandava abrir um arquivo (esse sim o vírus) que ficava dentro de uma pasta que também ficava oculta, geralmente a pasta tinha o nome de “Recycle Bin” ou coisa parecida pra tentar passar desapercebida. Como não tenho arquivos com .ini e nem pastas ocultas eu simplesmente apagava esses arquivos. E sempre fazia isso quando emprestava o meu pen drive pra alguém ou tinha de usá-lo em algum computador não conhecido. Bem melhor que espetar o pen drive primeiramente num windows e confiar exclusivamente no anti-vírus dele.

2 12 2008
Rodrigo

Puxa vida.
Encontrei um arquivo chamado autorun.inf no meu pen drive um dia desses e achei aquilo meio estranho mesmo.
Apaguei no ato.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: