Não faça guerra. Faça PDF!

6 07 2009
acrobat

Ainda não tem leitor de PDF? Pegue aqui!

Enquanto o bicho pega lá no oriente, aqui temos a solução para a paz mundial. Acompanhe o raciocínio:

  1. Você tem um trabalho (ou uma planilha ou um boleto bancário) muito importante  pra imprimir;
  2. Esse trabalho (boleto ou planilha) não pode ficar “bagunçado”;
  3. Você está com muita pressa e não está muito contente com essa situação.

Qual a maneira mais simples de resolver essa questão? Fazendo um PDF!

Com ele você conseguirá imprimir o seu documento sem maiores dores de cabeça. O seu dia será mais feliz, você distribuirá muito mais sorrisos, contagiando quem está a sua volta e deixará a uma valiosa contribuição para um mundo melhor.

-Mas afinal , o que é um PDF?

PDF é um tipo de arquivo que serve basicamente para VER e IMPRIMIR. Ele é diferente de um arquivo .DOC do Word, que é possível modificar.

-E como posso criar esse maravilhoso arquivo?

Se você usa Linux, não vou nem explicar, de tão facil que é, mas se você usa o Windows, primeiramente, baixe esse programa:

http://www.pdfforge.org/products/pdfcreator/download

Depois mande instalar. Apenas preste atenção para DESMARCAR as opções de instalação da Barra de ferramentas do Yahoo! e de complementos do Firefox e Internet Explorer, afinal, você não quer um monte de propagandas inúteis no se computador, né? Depois de instalado, o programa cria uma IMPRESSORA VIRTUAL chamada “PDF Creator”.

Para transformar um arquivo do Word em PDF, por exemplo, faça o seguinte:

  • Abra o arquivo do Word e mande imprimir em “Arquivo > Imprimir”;
  • Vai abrir uma janela informando título do arquivo, nome do autor, data de criação, etc. Apenas clique em “Salvar”;
  • É agora que o arquivo PDF vai ser criado de verdade. Apenas escolha o local onde quer salvar e dê um nome o arquivo;

Se tiver alguma dúvida, dê uma olhada aqui ou aqui.

Agora basta mandar esse PDF pra contato@ambientevirtual.net, que rapidinho eu imprimo pra você :-)

Anúncios




Computador devagar… quase parando?

19 05 2008

“Meu computador tá beeem lento… deve ser porque tenho meu HD tá cheio…”

Quantas vezes você já ouviu isso? Ou ainda, quantas vezes você já disse isso?

Pois saiba que na maioria das vezes que o Windows perde performance, é por causa de um ou mais dos inúmeros programas instalados no sistema. Geralmente, programas que iniciam automaticamente mas que são pouco utilizados ou ainda, versões “muito atualizadas” de certos aplicativos são os principais vilões do bom desempenho do computador movido a Windows.

Quer um exemplo?

Player de música e vídeo como o WimAmp, Real Player e o iTunes, por padrão, iniciam junto com o Windows. Ora, nem sempre que você liga o computador é para ouvir música ou assistir filme… então porquê essas tranqueiras ficam carregadas na memória se não estão em uso? Para remediar a situação, basta modificar as preferências dos programas e desabilitar a inicialização automática.

Outro…

Nem sempre é vantajoso utilizar programas “atualizados demais”. O Adobe Reader, por exemplo: A versão 8 possui um instalador de mais de 20MB e depois de instalado ocupa quase 130MB (!!!) no HD. Já a versão 5.5 possui menos de 5MB e possui a maioria dos recursos da atual. Existe ainda, alternativas como o Foxit Reader de 2,6MB e o Sumatra com meros 800KB.

Sem contar que a maioria dos “programas padrão” insistem em instalar – e ativar – gerenciadores de atualização e lembretes de ofertas no melhor estilo badware. O Nero que o diga!

Veja que nem de longe falamos de vírus, spywares e afins. Pense bem na hora de atualizar o seu sistema. Não é à toa que dizem que não se mexe em time que está ganhando…